Caloi 10 restaurada sob encomenda, a Peri

A história da Peri é muito parecida com um conto de Natal. “Querido Papai Noel, dá tempo de fazer uma dessa pro meu marido de Natal?”. Na cartinha, o link da bike a ser restaurada.

bicicleta caloi restaurada

Foto Raquel Espírito Santo

 

Movido pela grandeza da atitude, pelo desafio do tempo curto e pela graça da bicicleta, fechamos um esquema ninja para que ela ficasse pronta.

O antigo dono entregou a bike direto no Studio para evitar a desconfiança do presenteado, o Gus. O plano estava pronto com referências de estilo, peças e acessórios e cronograma justíssimo. A Nina veio conferir de perto a bike e aprovar as ideias. Para minha surpresa, veio a família toda, um susto bom.

Caloi 10 Restaurada

Foto Raquel Espírito Santo

 

Naquela tarde fechamos o projeto e parti para o ataque. Decidimos trocar a mesa e guidão (que não eram originais) por peças modernas, desenhadas para o uso urbano, de postura ereta e visão do horizonte. Pintura e restauração das peças originais que estavam em bom estado.

bicicleta caloi restaurada guidao

Foto Raquel Espírito Santo

 

selim Sem Raça Definida para Studio Vila

Foto Raquel Espírito Santo

 

O último capítulo, talvez o mais emocionante depois de tudo, foi fechar com a Sem Raça Definida o kit de selim e fita de guidão. Não queríamos manoplas comuns e tinha que ser marrom para combinar. Acontece que o Zé Mario não tinha para pronta entrega e ia viajar no dia seguinte ao pedido.

Disso são feitos contos de Natal. Algo acontece e tudo se encaixa. A viagem dele era, mais precisamente, no dia seguinte. E então ele passou a madrugada ‘costurando’ o banco. E eu, montando a bike.

Faltando 1 dia para o Natal, ela estava pronta. O ‘terceiro Rei’ da história, grande parceira e guerreira Raquel, fotografou comigo sob o sereno das 6 da manhã o resultado dessa história vocês conferem aqui. Bike entregue às 7 da manhã do dia 23 de dezembro de 2014.

caloi restaurada peri

Foto Raquel Espírito Santo

 

Soube que o Gus foi trabalhar pedalando a Peri ainda antes do ano terminar; e que ficou feliz da vida. A Nina me escreveu um email superlegal agradecendo nossa correria. O dinheiro não compra felicidade mas restaura uma bike – o que no final, é quase a mesma coisa.